Já está em funcionamento o aplicativo gratuito Brasil Mais Seguro, que servirá para o recebimento de denúncias sobre foragido Lázaro Barbosa, suspeito de matar uma família em Ceilândia (DF) no último dia 9. Disponível para Android e iOS, o app filtra a denúncia em um raio de 100 km, conforme explica tenente coronel da PM Pedro Henrique Batista.

“Basta as pessoas baixarem o aplicativo que, quando acionam o alerta, seja por texto ou localização, chega a informação georreferenciada para a força-tarefa. Aí, ela dará o tempo de resposta mais célere, seja de helicóptero ou com as equipes terrestres”, explicou.

De acordo com ele, essa delimitação de 100 km na região é um filtro natural. “Queremos informações reais”, reforça. Vale lembrar, até esta tarde de terça (23), o Disque Denúncia já havia recebido 3,8 mil ligações. A maioria, contudo, eram “sugestões e palpites”, segundo a delegada da Polícia Civil Paula Meotti.

Desta forma, o app visa, além de auxiliar as forças de segurança que entraram no 15º dia de buscas na região de Cocalzinho de Goiás, diminuir a quantidade de trotes e contribuir para os moradores.

Detalhes

Fernando Eduardo da Veiga, responsável pelo aplicativo, diz que o app tem baixo consumo de energia e ocupa pouca memória. “Basta fazer um pequeno cadastro. Quando tiver pista ou se sentir inseguro, basta clicar no botão de alerta, que este cairá direto na central da secretaria de Segurança Pública.”

Quando não há wi-fi ou dados, o dispositivo trava onde foi acionado e mostra a informação do local original, assim que o aparelho consegue a internet. O app pode mostrar texto ou, caso a pessoa não tenha tempo, o sinal de alerta é enviado Segundo ele, tudo é feito de forma anônima.