Apresentada oficialmente nesta terça-feira (8/11), a cerveja de mandioca de Goiás, elaborada pela cervejaria Ambev, já é encontrada em bares e mercados de Goiânia e do interior. O rótulo regional produzido em Anápolis se chama Esmera. Segundo a cervejaria, sua composição é inspirada na identidade costumes e tradições do povo goiano. Além disso, a mandioca utilizada em sua fabricação é comprada diretamente de pequenos produtores locais.

O lançamento oficial aconteceu em visita guiada na Cervejaria Anápolis e contou com a presença do governador de Goiás, Ronaldo Caiado. Aliás, o time Aproveite a cidade também vai ter a oportunidade de acompanhar a produção do rótulo goiano in loco durante a tarde. Assim, você poderá conferir a visita  pelos Stories do nosso Instagram.

De acordo com informações da Ambev, a Esmera de Goiás é uma cerveja saborosa e refrescante. “Esmera é uma adaptação de esmero, palavra que significa cuidado, capricho, perfeito. É com este sentimento que servimos a este povo forte e alegre um produto feito por goianos e para goianos”, afirma o gerente de marketing da Esmera, Leandro Thot.

O nome da cerveja de mandioca feita em Goiás também faz referência às riquezas minerais do Estado, especificamente à esmeralda. O rótulo em verde e dourado também remete as águas das cachoeiras, à riqueza natural e à história das comunidades da região da Chapada dos Veadeiros, como a quilombola Kalunga, na cidade de Cavalcante. É no nordeste goiano, onde se encontram a maior parte dos agricultores que fornecem a matéria-prima da cerveja. No rótulo, vê-se ainda uma referência à Cachoeira de Santa Bárbara, uma das mais belas do Brasil.

Mandioca para produção de cerveja é comprada de pequenos produtores

Para a produção da Esmera, a Ambev adquire toda a matéria-prima de pequenos produtores de mandioca em oito municípios goianos. Por enquanto, há agricultores em Cavalcante, Flores de Goiás, Posse, Buritinópolis, Itaberaí, Niquelândia, Novo Mundo e Colinas do Sul. Assim, a cervejaria acredita que oferece uma contrapartida social, ao valorizar a agricultura familiar e a economia local.

Nesta primeira etapa de produção, a Ambev já adquiriu 234 toneladas de mandioca. A expectativa é que até 2021 este número chegue a 3 mil toneladas. Segundo dados divulgados pela cervejaria, a cadeira produtiva está impactando diretamente 352 pessoas, com novas oportunidades de negócios para a agricultura familiar, para o setor cervejeiro e para o mercado de bares e restaurantes.

A projeção é que em  2025, aproximadamente 2,5 mil pessoas ligadas à agricultura familiar na região da Chapada dos Veadeiros sejam diretamente impactadas. A comercialização da Esmera será realizada exclusivamente em Goiás. A nova cerveja estará disponível em garrafas retornáveis de 600 ml, com preço sugerido de R$ 3,99 nos bares. Em 2021, a cerveja chega em latas de 350 ml.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui