Duas mulheres foram presas pelo Comando de Operações de Divisas (COD) neste sábado (9/5), na região sudoeste de Goiás. Elas foram flagradas transportando mais de 5 quilos, cada uma, de Skunk, substância entorpecente também conhecida como “supermaconha”.

A apreensão, fruto da Operação Hórus, desencadeada nas divisas territoriais de Goiás, se deu após a abordagem as mulheres, que transportavam malas de viagem.

Ao realizarem as buscas, foram localizados os entorpecentes nas malas. As goianas adquiriram a droga no Paraguai e realizavam o transporte até Goiânia, onde seria receberiam, cada uma, 5 mil reais pelo transporte. Elas foram presas e encaminhadas para a presídio de Paranaiguara-GO.

A “supermaconha”

O skunk, uma variação da maconha, é conhecida pela alta concentração de THC — o princípio ativo da droga, que varia de 14% a 15%. O entorpecente “comum” tem entre 2% e 4%. A supermaconha também é produzida de forma controlada, em um tipo de estufa onde se pode controlar a iluminação e os nutrientes necessários. Pode-se, ainda, cultivar esta droga em sistema hidropônico — as raízes podem estar suspensas em meio líquido.

 

Profissional com mais de 20 anos de experiência. Qualidade e preço justo! 64 98443 5010 – Mirim

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui