O exame que atesta coronavírus do presidente Jair Bolsonaro teve resultado positivo, segundo reportagem do Jornal O Dia. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (13). No entanto, segundo o próprio presidente, a contraprova do exame, para comprovar a contaminação, deu negativo, conforme o próprio líder nacional divulgou em uma publicação pouco depois do meio dia desta sexta.

 

Após a publicação do O Dia, o deputado federal Eduardo Bolsonaro já havia negado em uma publicação no Twitter que o resultado tinha sido divulgado. “Muito boato e pouca informação. Teste para coronavírus feito com equipe que foi com Jair Bolsonaro para EUA ainda não foi concluído”, escreveu.

A rede americana Fox News havia sido a primeira a dar o resultado do exame como positivo e informou que Eduardo aguardava o resultado da contraprova do teste. O presidente passou a ser monitorado após a confirmação da presença do coronavírus no chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), Fábio Wajngarten.

Ele participou da comitiva que acompanhou o presidente na viagem de quatro dias aos Estados Unidos. O chefe da Secom viajou no avião presidencial junto com Bolsonaro, o filho Eduardo, e a primeira-dama, Michelle. Quatro ministros participaram da viagem.

Primeira-dama e filhos de Bolsonaro também farão testes para coronavírus

Além de ter contato com o chefe de estado brasileiro, Wajngarten também se encontrou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e com o vice-presidente americano, Mike Pence, na Flórida, quatro dias atrás durante viagem de Bolsonaro à América. Em suas redes sociais, o chefe da Secom compartilhou uma foto ao lado dos dois líderes.

FONTE: Correio 24 Horas