Os deputados estaduais aprovaram reajuste pra professores em segunda votação. Projeto de lei aumenta vencimentos em 4,52% e 7,20% a depender do cargo. Dispositivo também contempla agentes administrativos e contratos temporários da Educação em Goiás.

O projeto foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa (Alego), com 21 votos favoráveis. O reajuste salarial será concedido a partir de 1º de outubro de 2021.

Cálculos da Secretaria de Estado da Administração (Sead) apontam que o impacto financeiro para a implementação do reajuste, acrescido de encargos, atingirá, ainda em 2021, o montante de R$ 70.071.362,73.

A Secretaria de Estado da Economia aponta, no projeto, que existe disponibilidade financeira para suportar a despesa, que foi considerada nas projeções de teto de gastos e no cumprimento da vinculação constitucional da educação.

Durante a tramitação, o deputado Antônio Gomide (PT) apresentou voto em separado para reajuste maior.