A Polícia Militar (PM) foi acionada para ir até a fazenda Barra do Alegre no município de Paranaiguara (GO) na tarde de sexta-feira (14/02) por volta das 14:35hs, onde as informações eram de um duplo homicídio, tio e sobrinho estavam mortos no local.

Ao chegarem, a viatura composta pelo sargento Frais e soldado Meneses, verificaram que a residência estava toda revirada, porém não haviam sinais de arrombamento, a princípio a suspeita foi de um latrocínio (roubo seguido de morte), familiares das vítimas José Ferreira da Silva, 60 anos, e Rogério Capitulino da Silva, 32 anos que estiveram no local, disseram que nada tinha sido levado, carro, um motor de popa, televisor, tudo estava na residência, o proprietário da fazendo fez a contagem do gado e nenhum animal havia sumido. José era caseiro e morava na fazenda a algum tempo,  Rogério era seu sobrinho e tinha ido visitá-lo.

As vítimas foram mortas a tiros, no local foi encontrado o cano de uma espingarda calibre 12 e algumas munições. Pelo estado dos corpos acredita-se que o crime não tenha ocorrido no mesmo dia, mas somente o laudo pericial poderá precisar a quanto tempo já estavam mortos quando foram encontrados.

A Polícia Judiciária Civil, peritos e o IML estiveram no local do crime e realizaram os procedimentos de praxe para as investigações e remoção dos corpos. Os autores não foram identificados. A investigação está a cargo da Polícia Civil.

Da redação com informações da 12ª CIPM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui