Caso a vacina desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech seja aprovada pela Agência de Alimentos e Drogas dos EUA (FDA, na sigla em inglês), todas as doses produzidas serão compras pelos estados Unidos. O acordo foi selado nesta quarta-feira, 22.

O governo americano fez um pedido inicial de 100 milhões de doses e vai desembolsar um total de US$ 1,95 bilhão por elas. As empresas informaram que não devem conseguir produzir mais do que isso neste ano. O acordo também prevê a entrega de até 600 milhões de doses aos norte americanos ao longo de 2021.

“Estamos satisfeitos por termos assinado este importante acordo com o governo dos EUA para fornecer as 100 milhões de doses iniciais após a aprovação pelo FDA”, afirmou o CEO da BioNTech, Ugur Sahin.

Pfizer e BioNTech planejam produzir 100 milhões de doses até o final de 2020 e “potencialmente” mais de 1,3 bilhão de doses até o final de 2021 o que deve ser entregue ao restante do mundo. (Com informações de Estadão)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui