O auxiliar de serviços gerais Valdir Ferreira da Costa, de 61 anos, virou “avô” de araras após cuidar do ninho das aves e os ovos chocarem. Diariamente ele passa pela rua, sobe nas palmeiras onde elas ficam para ver como elas estão.

O cuidado com as aves começou há 15 anos, quando ele começou a cuidar de um casal. Ele foi protegendo o ninho e acabou acompanhando toda a família. “Já tem três chocadas deles que eu tenho contato com os filhos. Os outros eu subia só para olhar, sempre vigiava e cuidava. Agora, hoje, esses aqui são os netinhos”, disse, com as aves nos braços.

Valdir contou que alimentou as araras filhote durante 40 dias e, hoje, ainda coloca alimentos para todas as aves. “Às vezes não é suficiente, eles vão na mata, buscam o componente que eles precisam e acabam de completar o tratamento deles”, completou.

Elas são ciumentas com o cuidador. Quando um estranho se aproxima, elas ficam agitadas e fazer barulho. Os moradores de Quirinópolis já conhecem a fama de Valdir.

“Todo mundo na cidade conhece ele pelo cuidado que ele tem com as araras. Cuidou dos pais, agora dos filhotes e daí para frente”, disse o funcionário público Diogo Reis Oliveira.

Alguns casais de araras que nasceram sob os cuidados de Valdir chegaram a passar um tempo na região, mas depois voaram para outros territórios. Porém, ele acredita que os novos netos ficarão por mais tempo.

“Eu quero que eles venham me visitar. Vou achar bom eles fazerem isso. Se não vierem, a natureza vai cuidar deles e eles, da natureza”, disse.

FONTE: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui