Uma jovem de 23 anos foi encontrada morta na zona rural de Palmeiras de Goiás, na região central de Goiás. Segundo a Polícia Militar, o corpo foi encontrado por moradores da cidade. Familiares disseram que a vítima, que estava grávida de quatro meses, foi mutilada. Em uma rede social, ela chegou a dizer que estava sendo ameaçada.

O corpo de Mirian da Cruz Oliveira foi localizado no sábado (27) e encaminhado para o Instituto Médico Legal de Goiânia. O corpo foi liberado de madrugada e a jovem foi enterrada às 8h deste domingo (28) no cemitério da cidade.

Nas redes sociais, dezenas de amigos lamentaram a morte da jovem, que deixa um filho. Dias antes de morrer, Miriam postou em seu perfil uma mensagem que sugeria que estava sendo ameaçada.

“Eu não tenho medo de ameaça. Todo bandido independente da sua atuação vai para cadeia. Próxima ameaça vai rolar nome dos grandes de Palmeiras aqui. Que acham que porque tem dinheiro pode ameaçar os outros”, publicou.

O G1 não conseguiu contato com a Polícia Civil em Palmeiras de Goiás até a publicação dessa reportagem para ter mais informações sobre as investigações.

Fonte: G1