Duas mulheres, de 32 e 46 anos, esconderam drogas em cebolas para entregar a presos que estão na Unidade Prisional de Itumbiara. O flagrante aconteceu nesta terça-feira (4/2).

Conforme informações, os ilícitos seriam entregues a dois detentos que cumprem pena na unidade por roubo. As interceptações aconteceram no momento de revista nos itens deixados na Cobal, dia que os familiares deixam mantimentos e produtos de higiene para os presos.

De acordo com a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), o primeiro flagrante ocorreu quando a esposa de um preso deixou cebolas. A segunda interceptação aconteceu instantes depois, quando a mãe deixou objetos para o filho preso.

Ao verificar os alimentos, os servidores identificaram porções de drogas, celulares e acessórios. Diante da situação, as mulheres foram encaminhadas à Delegacia de Polícia do município para as providências cabíveis. Os itens foram apreendidos e estão à disposição das autoridades.

A direção da unidade abriu procedimentos administrativos internos para apurar o ocorrido e aplicar aos destinatários dos ilícitos as sanções disciplinares em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP).

Além das mulheres que esconderam drogas em cebolas para entregar a presos, outra escondeu em achocolatado, em Itumbiara

Cada vez mais criativos para tentar burlar a lei, um caso incomum foi registrado no último dia 7 de janeiro. Uma jovem, de 22 anos, escondeu drogas em achocolatado para entregar a irmão preso, em Itumbiara.

De acordo com a direção da Unidade Prisional (UP), a interceptação aconteceu no momento que os servidores plantonistas realizavam a revista nos alimentos deixados na Cobal,  dia em que familiares e amigos deixam mantimentos e produtos de higiene para serem entregues aos detentos.

Conforme informações, o achocolatado com drogas foi deixado pela jovem era para entregar ao irmão, que cumpre pena  no local com base na Lei 11.343/2006-Lei de Tóxicos.

Após a constatação da droga análoga à maconha, a mulher foi encaminhada para a delegacia do município para as devidas providências.

A UP de Itumbiara é integrante à 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

FNTE: Dia Online