O Ministério da Saúde informou que as quase 900 doses de vacinas contra a Covid-19 que estavam dentro de um freezer que aqueceu não podem ser usadas, em Paranaiguara, no sudoeste de Goiás. Com isso, elas devem ser descartadas. Além disso, no local estavam armazenados imunizantes contra outras 18 doenças.

No freezer estavam guardadas 875 doses contra a Covid-19 da AstraZeneca e 1.252 doses contra outras doenças. O Ministério da Saúde disse que “o resultado da avaliação foi insatisfatório para o uso das vacinas Covid-19”, mas que não foi notificado sobre problemas em outras vacinas de Paranaiguara.

G1 entrou em contato às 8h10 com a Secretaria de Saúde e aguarda um retorno sobre como será feito o descarte das doses e como está a investigação sobre o que aconteceu com o freezer.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o equipamento, que deveria manter o estoque refrigerado, chegou a marcar 30°C. O órgão informou que o freezer tinha passado por manutenção recentemente e ainda não é possível verificar o que causou o problema. Uma perícia ainda vai verificar o que aconteceu.

O Ministério da Saúde informou ainda que “perdas operacionais, que correspondem a 10% do total de doses distribuídas das vacinas, já são previamente calculadas”.

FONTE: G1