Mesmo sem previsão de retorno presencial das aulas, pais ou responsáveis devem realizar o cadastramento online das crianças pelo site da prefeitura

Começa nesta segunda-feira (12/04), o período de solicitação de vagas para os cinco CMEIs de Quirinópolis. São eles: Cmei Hetiell Claudino, Cmei Marconzinho, Cmei Marcos Alves Magalhães, Cmei Nossa Senhora D’Abadia, CMEI Serafim Junior. Devido ao cenário pandêmico atual, todo o processo será online com inscrições realizadas exclusivamente pelo site da Prefeitura de Quirinópolis. No momento do cadastro, os pais ou responsáveis podem indicar a unidade de ensino de preferência, conforme limite de vagas em cada uma.

Para o cadastramento, basta acessar este formulário (clique aqui) preencher todos os campos pedidos e anexar a documentação solicitada de maneira legível. É necessário apresentar os seguintes documentos: certidão de nascimento da criança; CPF da criança; Cartão Bolsa Família (se tiver); Comprovante de endereço atualizado; RG, CPF, Título de eleitor dos pais ou responsáveis e Comprovante de renda dos pais (carteira de trabalho, holerite ou declaração de trabalho e renda, neste último caso, assinada pelo empregador com reconhecimento de firma).

Ensino remoto e planejamento

Mesmo sem previsão de retorno às aulas presenciais, as unidades de educação continuam funcionando no modelo de ensino remoto. Daí, a importância dos pais estarem atentos a este período de cadastramento. Além disso, a Coordenadora Pedagógica Mirian Maria de Paula sinaliza que “é importante frisar também que esse momento de retorno vai acontecer, sem uma data prevista ainda, mas vai acontecer. Então, este processo serve também para que não se corra o risco de nenhuma criança não participar deste momento. Essa matrícula fica o período todo aberto, mas ele pode não conseguir vaga na unidade que seria de preferência”.

Neste sentido, Miriam também reforça que “mesmo a escola não estando aberta para receber as crianças, a importância da matrícula é pelo fato de que ela precisa compreender que as escolas devem continuar fazendo parte do seu universo. Até mesmo porque chegará o momento, e a gente não sabe quando, em que a escola vai voltar à rotina porque esse isolamento social vai acabar”.

Preocupada também com as questões psicossociais que este momento impõe às crianças, a professora usa deste período de cadastramento para levar os pais a se conscientizarem da importância de manter, mesmo que em casa, uma rotina e estrutura de aprendizado. “As crianças precisam compreender que o mundo fora de casa continua existindo e que essas relações de afeto continuam estabelecidas com os amiguinhos, os professores, os monitores, com toda equipe que faz esse mundo do CMEI acontecer, esse mundo da Educação Infantil, que continua a existir e é de extrema importância para a estrutura emocional e psíquica da criança”, reforça.

Neste sentido, ela explica que os CMEIs mantém um padrão de ensino remoto. “Isso está acontecendo desde os bebês de seis meses de idade até a fase um pouco mais adulta. Os professores, juntamente com os monitores, enviam vídeos e orientações para os pais trabalharem de casa”. Por isso, é fundamental que os responsáveis não utilizem da pandemia e fechamento das escolas e creches públicas para deixarem de realizar a solicitação de vagas das crianças. “É importante essa continuidade dos vínculos afetivos que continuam sendo estabelecidos mesmo de forma online”, finaliza a coordenadora.

Para mais informações sobre a solicitação de vagas, é possível entrar em contato com a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Lazer pelo telefone (64)3651-8840.

FONTE: SECOM